quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Estranhos amigos


Quem é um amigo? 'Um outro eu'
Autor: Eléia , Zenão







Ecoam as tormentas camufladas por sorrisos trocados nas nossas tertúlias madrugadoras.

Ambos sabemos que nos confessamos sem ser preciso especificar o tema ou traduzir expressões.

As migalhas que se espalham na toalha manchada de vinho barato são as nossas únicas confidentes e essas não falam.

Mesmo depois da mesa levantada continuam as conversas com temas absurdos para os turistas que se julgam presentes num ambiente festivo, ignorantes que presenciam uma orgia mental entre dois homens despidos, que sendo perfeitos estranhos, reflectem a mesma imagem em espelhos diferentes. As lágrimas derramadas passam despercebidas a todos menos a nós...
Mas nem tudo será sofrido.

Embebem-se os olhares pela noite dentro e solta-se a alma. Sempre numa linguagem desconhecida ao mais erudito filósofo. Sem legendas nem traduções.

Erguem-se os copos ao amanhecer e, completamente nus, brindamos ao funeral do que foi dito sem nunca ter sido falado.


Mantemo-nos estranhos no abraço de uma breve despedida, sem planos nem comentários.


Cultivámos os estranhos que há em nós e partimos sabendo que no meio de milhões somos apenas dois estranhos…


…estranhos amigos.








sim... é para ti amigo




By Moon_T



11 comentários:

João C. Santos disse...

a linfa solta-se do perfeito,

os irmãos que se estranham no sangue de cores iguais
limpam-se os dedos de suores passados.

fogem olhares de presa fácil, escondem-se em folhas tortas e de linhas renovadas. escrevem contos de verdade, riem-se tolos e gostam. partilham, acreditam, confiam.

os caminhos? dois, vão longe os passos e as vozes sempre perto, contam-se as promessas de uma vida, agarram-se ao sorriso.

um parvo. outro tolo. escolhe...

eles gostam.
eles sabem.
eles querem.

um dia voltam, depois das palavras.

Obrigado!

vita disse...

Os amigos é algo de precioso, e sim, nada precisam dizer.;)


p.s
É só porque quero, porque gosto, e não por agradecimento.;)

Beijo

Bia disse...

Os amigos ouvem o que é dito em silêncio ... palavras ecoam, sem que nada tenha sido proferido ...~
São .. os nossos amigos!


miminhos... atrevidos!

Pearl disse...

Tenho uma linguagem unica com a minha melhor amiga, ambas sabemos que estavamos predestinadas a sermos uma da outra, só não partilhamos a barriga mas sangue já partilhamos, lágrimas, olhares de morte e de estrelas!
Somos amigas de tudo nesta vida, as unicas as mesmas!
Ela sabe eu sei, enquanto uma viver a outra não estará só!(nunca)
Beijinhos

Selena Sartorelo disse...

Tuas palavras procuram um entendimento raro, mas felizmente existente.
O saber sentir e perceber o sentido.

abraços,

Selena

mnemosyne disse...

...aqueles que permanecem ao nosso lado como uma escora de afecto e aceitação...é como se nos reconhecessemos no outro lado do espelho...

Touch disse...

Para mim a amizade não tem condições e sem ela eu sei que não sou nada. Tenho a minha miguita do peito que adoro, em confio, com quem choro, com que riu... Na minha vida o amor, a Amizade e a saude, são sem duvida algumas as minha riquezas.
Faço da Pearl as minhas words.

Beijo

Touch

Cöllyßry disse...

Amigos...Estranho hoje em dia que todos se dizem o ser, amizade é diamante raro, pervalece no tempo e espaço, muito aprecia esse sentimento de amor...quem o tem o deve guardar como tesouro fosse...
Goatei muito do texto, e musica

Estou d volta

Beijitos

Attitude Problem disse...

A garrafa do whisky reles vai a meio... a cada leitura que faço de Ti vou saboreando o líquido em estado puro. O mesmo faço contigo. Tento degustar-TE... Será que conseguirei?!
Não prometo não voltar.


Um beijo.Meu.
;))

ivone disse...

surpreendeste_me

pela positiva obviamente ou não tão óbvio como outros podem pensar.
aqui entre nós que ninguém nos lê nem ouve somos criaturas de extrema sensibilidade à flor da pele e então " brindamos ao funeral do que foi dito sem nunca ter sido falado"

e é preciso confessar? especificar o tema? traduzir expressões?
enganas_te quanto ao vinho barato que é teu confidente e não fala. basta olhar para ti. olhar_te nos olhos e vê_se tudo. está tudo lá. não precisas falar. e para quê dizê_lo? se tu o sabes. o vinho não só embebeda o olhar como ajuda a soltar a alma na noite. linguagem desconhecida a filósofos e não filósofos.

eu conheço_te. basta Ler_te. está tudo lá.


um bem haja pela partilha de hoje



ps: e as fotos são de um bom gosto incrível. o que era de esperar.

Attitude Problem disse...

Ontem, por falta de oportunidade li-Te sem Te ouvir... como não prometi não voltar, reli, embora desta vez ao som da melodia... tudo vez mais sentido. Sentido esse que me leva também a saber e ter certeza que gosto de voltar a Ti...aqui.

Agradeço o link que deixaste. Já conhecia mas é sempre com muito gosto que se clica para rir um pouco do que me rodeia.
Do fundo ou da profundidade de mim mesma o meu muito obrigado. Parece que entendeste o meu recente post, melhor quando entendo que me compreendeste! ;))

Mil beijos.

Also...

Disclaimer: All images, unless otherwise noted, were taken from the Internet and are assumed to be in the public domain.In the event that there is still a problem or error with copyrighted material, the break of the copyright is unintentional and noncommercial and the material will be removed immediately upon presented proof.