sábado, 20 de setembro de 2008

Chuva











Esconde-se o sol no horizonte.

A lua cobre de prata o breu que se faz sentir na pele.

As nuvens cobrem os céus em tons de estanho.

Caiem gotas… na sua descida veloz apontam aos hipnotizados seres etéreos que se passeiam.

Molham-se os cabelos. Deslizam na pele, contornando os poros e beijando os pelos que se curvam em vénias, quebradas apenas pelo arrepio que se solta num despertar da alma.

As roupas húmidas e coladas ao corpo acentuam as formas, moldam-se aos mamilos erectos de desejo.

Ao bater a chuva no rosto, de olhos fechados, secam as lágrimas e sorve a língua o salgado que se abate nos lábios.

O cheira da terra molhada invade os sentidos.

Ouve-se em surdina o bater nos vidros das janelas, o choque da água no chão, as poças a vestirem a rua…

Os sons das roupas semi-vestidas num combate carnal penetram nos ouvidos, misturando-se com os sôfregos suspiros dos amantes à chuva.

Salpicos agressivos nas palmas das mãos e nas nucas nuas das cabeças que se balanceiam, escorrem pelas mãos encostadas às paredes ásperas de uma parede banal.

Encosta-se a parede molhada à face de lábios mordidos,

ecoam gemidos

e escorre a agua

e o sémen

pelos corpos sentidos.


No reflexo prateado do mar que se sobrepõem nos corpos molhados de chuva e prazer, sente-se o desejo que consome os amantes em ambíguos anseios de paixão.



Cessa a queda das gotas,


Albergam-se os amantes em orgasmos,


Mas a chuva … essa … não pára.






By Moon_T

10 comentários:

vita disse...

Assim até apetece andar na chuva.;)

Gabrielle disse...

magnífico!!!
(é uma palavra que entrou na minha vida este mês, mas que reflecte o que senti ao ler-te)

deliciosamente perturbante... ficarei a aguardar a chuva!

beijo

Freyja disse...

Caro Moon_T,

As palavras e o som numa composiçao sublime quase que me fizeram viajar á terra molhada, aos becos e vielas perdidas dos amantes.

Faça sol ou faça chuva, quer seja de noite ou de dia, quem escreve assim...

"Im gonna Love you like nobody Loved you (...) im with you always, im with you rains or shines" - Sem palavras!

Votos de excelentes "noites" á chuva.

Intemporais Cumprimentos,

wicca disse...

Deixo o meu comentário aqui como o poderia deixar em qualquer outra das tuas entradas, todas elas maravilhosas,confesso que adoro os teus pecados como já tive oportunidade de te dizer.Há poucos blogs como o teu em escrita,em imagens,em sons....Adoro,podes considerar-me tua fã :-)
Deixo-te aqui as minhas saudações e..........encontramo-nos por aí, debaixo do luar :-)

Pearl disse...

O calor que se fez sentir enquanto chuva caia directa no meu cabelo,o nevoeiro que escondeu esses amantes todos... ninguem viu só o próprio elemento(àgua) em si!

Beijo

Summerparis disse...

Curiosamente soube.me melhor ouvir 'Come Rain Or Come Shine', enkto lia o teu post, gstei da sua envolvencia erotica =)

delusions disse...

que seja sempre a chuva que não pára.


gostei muito. poderoso e suave simultaneamente.

obrigada pela visita


Sofia*
Bjs

Attitude Problem disse...

Como se a chuva apagasse alguma coisa(?!)...


Um beijo.

(in)confessada disse...

da próxima vez que acordar com a chuva torrencial desta manhã, vou sorrir com malícia em vez de torcer o nariz..


gostei, vou voltar

Claudia Perotti disse...

Delícia de chuva que escorre em desejos nos corpos dos amantes.

Beijinhosssssssss

Also...

Disclaimer: All images, unless otherwise noted, were taken from the Internet and are assumed to be in the public domain.In the event that there is still a problem or error with copyrighted material, the break of the copyright is unintentional and noncommercial and the material will be removed immediately upon presented proof.