quarta-feira, 30 de julho de 2008

Bate a realidade






Bate a realidade como uma pedra…

A sinceridade atrai a repulsa,

A amizade a hipocrisia.

Perante a vontade de avançar

Insistem em querer recuar!





Inútil

A vontade de lutar,

Evoluir…

Evolução, revolução, regressão


...


Derrotado sem nunca sequer ter lutado

Numa guerra inexistente

Real apenas na mente indigente

Não vale a pena continuar aqui…

Não vale a pena insistir…

Não vale a pena...













Separou-se a confraria.

Mais uma vez a imagem não coincide com o que vi.

A mala ainda está feita,

Resta partir.













Espero que
pela ultima vez...





By Moon_T


14 comentários:

Bia disse...

Vale sempre a pena... quando a alma não é pequena !! ;)


miminhos... atrevidos!

vita disse...

Sempre muito profundo.
Só não vale a pena quando não existimos.;)

Beijo

Corvo Negro disse...

"Bate a realidade como uma pedra", pois é, é quase sempre assim, apesar de tão avisados que estamos… a consciência não se vicia, preservando para si a pureza da sua afinal tão evidente mocidade.
Inútil será. Essa inutilidade é no entanto contraditoriamente profícua. Assim como o é a própria vida, vulgo existência.
Somos seres singulares a marcar passo numa subsistência pluralista. Somos egoístas… não estamos sozinhos portanto.
Descabido é, fundamentarmo-nos apenas na integridade ou na polidez de carácter perante a realidade que TU mencionas.
Agradeço eu, por me incitares ao pensamento.
Abraço

Attitude Problem disse...

Gostei de visitar este espaço. Diferente.

Não garanto não regressar...

Um beijo.

ivone disse...

desfaz a mala e não partas ainda pela primeira vez

deixa_te estar andar a navegar...

porque vale a pena sim regredir às vezes porque não?

Klatuu o embuçado disse...

Cautela com os ricochetes...

Natália Reis disse...

Grita.

Lembrei-me agora e uma frase de um filme, que por acaso me entrou na cabeça por me ter tocado o coração.
"The gunfire around us makes it hard to hear. But the human voice is different from the other sounds. It can be heard over noises that bury everything else. Even when is not shouting. Even if it´s just a whisper. Even the lowest whisper can be heard - over armies - when it´s telling the truth." (de A intérprete, sim era esse)
Anyway, tudo é muito relativo, ou quase.

Mas grita.
Esperando não ser a última vez que o fazes.
E parte. Há o regresso.

Eu vou voltar. Volta ao meu espaço sempre que quiseres, gostei do que vi, e do teu outro blog, também, bastante. 'Linkar-te-ei' ;)

*

Mia disse...

voltei...

obrigado pelas palavras na decadencia

nem sempre vale a pena... nem sempre

mia

dark_wings disse...

Peço desculpa pela invasão, mas gostei!

"Evoluir…
Evolução, revolução, regressão"

Por vezes é preciso que a "realidade bata como uma pedra" e nos faça abanar, para nos levantarmos e lutarmos para seguir, para evoluir e tu descreveste esse processo de uma forma simplemente clara porque evoluir não é mais do que revolucionares-te e tentares não regredir!

Mais uma vez peço desculpa pelo descaramento :p

Kepp on

Moon_T disse...

Bia.
Dizem que sim. o problema é saber como medir a alma para saber o seu tamanho...


Vita.
obrigado pelas tuas palavras.
se é profundo o que entendes das minhas letras significa que algo devo estar a fazer bem... ou és tu que les o que escrevo ;)


Corvo Negro.
Letras vindas de um Blogger que eu tanto admiro só podem ser tomadas como elogiosas.
Bem vindo.
Nao me agradecas por incitar seja o que for. o que escrevo sao meros desabafos que partilho com quem quiser ler, porque gosto de o fazer.
Eu é que agradeco as tuas letras e claro, o teu blog.
Abraço retribuido



Attitude Problem
Bem vindo/a
ainda bem que gostaste
ainda bem que é diferente
ainda bem que nao garantes nao regressar...


ivone.
nao sei se parto já... mas a mala ainda nao está desfeita.
navegar é o que tenho feito, com correntes mais fortes que outras, só ainda nao aprendi foi a nadar de marcha-a-ré... e visto bem tambem o dispenso.

nao nego que por vezes nao valha a pena regredir, simplesmente questiono se esta vez será uma delas. Nao creio.
obrigado pela visita, tens um excelente Blog


Klatuu.
Bemvindo, espero que gostes da estadia.
quanto aos ricochetes... males necessarios.


Natalia.
Grito pois, sempre!
bonitas palavras as que te recordas-te, obrigado

volta sim, volta e grita aqui tu tambem.




Mia.
Bem voltada!
eu é que agradeco, gosto bastante do teu/vosso espaço.

tu percebeste... nem sempre...




dark_wings
desculpa pela invasao?
só nao desculpo o pedido de desculpas!

bem vinda/o
obrigao pelas palavras e
i will keep on




obrigado a todos
voltem sempre que eu cá estarei (espero)

Azul disse...

Boa noite Moon T,

Inutil lutar?! Humm... desculpa a sinceridade mas não concordo.
Devemos sempre lutar, até mesmo quando no mais intimo de nós sentimos que pode ser por uma causa perdida à "nascença". Mas mais vale isso do que ficar eternamente na dúvida do que poderia ser e não foi apenas porque atiramos a toalha para o chão.

Voltar atrás nem sempre vale a pena. Mas seguir em frente sim.
Mas apetece-me dizer-te. Desfaz as malas.

Beijo Moon T e...
Desejo-te uns óptimos dias
Eu vou FINALMENTE de férias :)

Fica bem,
Azul

Corvo Negro disse...

Reparei no rodapé deste.
Comovidamente te agradeço.

Viva a música e viva toda a forma de cultura.

Bem hajas
Abraço.

Moon_T disse...

Azul.
o deixar de lutar uma causa pode, eu repito, Pode, significar o aparecimento de outra mais apelativa...

e a sinceridade é sempre bemvinda :)
boas ferias!!




Corvo.
A obra é digna e a causa é justa!

abraço

Shadow disse...

Gosto tanto de te ler Moon...

Bjs,
Shadow

Also...

Disclaimer: All images, unless otherwise noted, were taken from the Internet and are assumed to be in the public domain.In the event that there is still a problem or error with copyrighted material, the break of the copyright is unintentional and noncommercial and the material will be removed immediately upon presented proof.