segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Fumo Nocturno


enquanto me perco na noite

abraço a distancia q nos une

e relembro a ausência do teu toque


a forma q o teu longo vestido

te assenta nas formas

recordo seu tecido feito de nada

com que se envolve no corpo


o fumo do cigarro que me absorve a alma

e inalo-te, devoro-te

e aguardo o teu toque








by: Moon_T

3 comentários:

Anônimo disse...

O fumo deste cigarro que me consome a alma a cada segundo que passa.
Fome de ti que não saceio.
Sede de ti que não liberto.
Fumo mais um cigarro e conto as horas....uma a uma...vagarosamente...como se desse estranho prazer adviesse algo de bom.
Estranahmente esperar-te é bom, ainda bem q tenho cigarros.

Sandra disse...

:)

hi moon

a imagem é espectacular ;))

xinhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus pa tu da lua

Virgínia Lídia disse...

:)

Also...

Disclaimer: All images, unless otherwise noted, were taken from the Internet and are assumed to be in the public domain.In the event that there is still a problem or error with copyrighted material, the break of the copyright is unintentional and noncommercial and the material will be removed immediately upon presented proof.